Fases do leite materno

6/27/20231 min read

A amamentação tem diversos benefícios como: reduzir o risco de doenças, além de estimular o desenvolvimento físico e cognitivo do bebê e orquestrar a colonização adequada do intestino.
Mas você sabia que o leite materno passa por algumas mudanças nos primeiros dias após o início da amamentação?

O leite materno é um complexo fluído que fornece a quantidade de água e nutrientes necessários para o bebê. Mas, ao contrário do que muita gente pode acreditar, o leite da mãe não é igual o tempo todo. Na verdade, ele sofre alterações durante TODO O PERÍODO de amamentação para se adaptar às necessidades da criança. E existem três fases do leito materno: o colostro, o leite de transição e o leite maduro.

❤️ COLOSTRO
Esse é o primeiro leite produzido pela mãe (primeiros 5 dias). É um líquido "amarelo ouro" mas também pode apresentar coloração mais transparente. Rico em proteínas, também possui alta concentração de imunoglobulinas, o que faz com que tenha um papel de destaque para a imunidade do recém-nascido.

❤️ LEITE DE TRANSIÇÃO
Nesta fase (6° ao 15° dia) a quantidade de leite aumenta e sua composição também é alterada: ele se torna mais rico em gorduras, carboidrato - nutrientes que contribuem para o desenvolvimento e o crescimento da criança.

❤️ LEITE MADURO
É o leite que alimentará o bebê do 16⁰ dia em diante. Ele contém todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento físico e cognitivo do bebê e criança.
Nesta fase o leite materno também sofre algumas alterações no decorrer do crescimento do bebê, SEMPRE se ajustando às suas necessidades.

É importante lembrar que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o aleitamento materno exclusivo nos 6 primeiros meses de vida, podendo ser prolongado até os 2 anos ou mais.