Ingestão de café na gestação

7/10/20231 min read

O consumo de um 'cafezinho' presente no dia a dia de muitas pessoas, trás diversos benefícios à saúde (em quantidade correta) mas, será que pode ser consumido durante a gestação?

A cafeína tem sido alvo de estudos há bastante tempo. Sua ingestão durante o período de gestação é controverso e enquanto muitos associam o consumo em excesso á casos de parto prematuro e de baixo peso ao nascer, outros estudos garantem que o risco é baixo e a dose precisa ser muito alta para tal.

Mulheres grávidas podem consumir café com segurança, porém, em pequenas quantidades para proteger a saúde do bebê!


⚠️ ALERTA: O consumo excessivo de cafeína reduz absorção de ferro e cálcio, estes que são de extrema importância para o crescimento, desenvolvimento e formação óssea do bebê. A cafeína tem facilidade em atravessar a placenta!!!!

O ideal é reduzir ao máximo o consumo de café e outras bebidas que contenham cafeína em sua composição.

Mas e durante a amamentação?


☕️ Alguns estudos demonstram que o bebê tem dificuldade em metabolizar a cafeína e que mesmo a pouca quantidade excretada no leite materno pode deixar o bebê mais agitado ou com a absorção de nutrientes prejudicada.


✅ Desta forma, o valor aconselhado do consumo de cafeína /dia, para gestantes e lactantes, é de até 300 mg (aprox. 3 xícaras de café), mas é importante lembrar que a cafeína está presente em outras bebidas e alimentos, como em alguns chás, refrigerantes e chocolates!