Oferta de mel

o risco não muito falado, em ofertar mel aos bebês e crianças

7/11/20231 min read

Quem nunca ouviu ou foi indicado ofertar mel para os bebês, principalmente quando estão doentes, com tosse?... Existem inúmeras receitinhas e benefícios comprovados onde o principal aliado da tosse, como expectorante natural, é o MEL 🍯

Aliviar a tosse dos pequenos e se livrar de vez do catarro no peito que tanto incomodam as crianças e tiram o sono dos pais, seria uma maravilha, não é?! No entanto, ofertar mel á bebês NÃO é seguro!

🚨A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda que, o consumo de mel de forma segura, só deve ser iniciado após o 1° ano de vida.

Qual o risco de ofertar mel aos menores de 1 ano?


Essa recomendação se dá devido ao risco deste mel estar contaminado com a bactéria Clostridium botulinum, que causa o botulismo infantil (uma infecção potencialmente fatal - leva a morte).🦠

Quando consumido o mel contaminado, essa bactéria pode afetar os neurônios em até 36 horas, causando paralisia de músculos e afetando diretamente a respiração. O risco mais grave desta intoxicação é a síndrome da morte súbita, em que o bebê pode vir a falecer durante o sono sem ter apresentado sinais e sintomas previamente.

Após o 1⁰ ano de vida, o sistema digestivo estará mais desenvolvido e maduro para combater essa bactéria, caso tenha contato.


⚠️ Em caso de consumo, procure um hospital imediatamente!

Mas porque alguns indicam somente após os 2 anos?


Porque sua composição tem índices altos de frutose e glicose, que, se consumidas em grandes quantidades nos primeiros anos de vida, aumentam o risco de desenvolver diabetes e obesidade na infância e vida adulta.

Mel é AÇÚCAR! e o açúcar não é indicado para menores de 2 anos 😊